Investigado por:2018-08-04

Feministas a favor do aborto não fazem ato satânico contra os cristãos

Um vídeo publicado numa rede social mostra suposto movimento feminista a favor do aborto, em um parque onde mulheres vestidas de bruxas realizam satanismo para atingir os cristãos.

No entanto, o vídeo original é de uma intervenção de um movimento feminista durante a discussões sobre a lei de liberação do aborto na Argentina, que dividiu o país em favor e contra.

O movimento, conhecido por ‘La Descolonizada’, gravou a intervenção teatral do coletivo ‘Arde el Aquelare’, em uma praça de Santa Fé, na Argentina, de um ritual de bruxas que defendem a liberdade de escolha das mulheres, inclusive por ter direito ao aborto.

“As bruxas sempre foram mulheres que se atreveram a serem ótimas, corajosas e regressivas, inteligentes, dissidentes, ouvintes, curiosas independentes, liberadas sexualmente e revolucionárias. Somos bruxas, somos mulheres, somos libertação, somos nós”, diz parte do manifesto publicado pelo coletivo em rede social.

O evento aconteceu em 10 de junho de 2018, horas antes do projeto de lei da legalização da liberação do aborto entrar na pauta da Câmara dos Deputados do Congresso Nacional argentino. Dois dias depois, um jornal argentino publicou o vídeo do evento e uma reportagem sobre a intervenção.