Verificação

Investigado por:2021-02-05

É enganoso dizer que vídeo de vagões com contêineres empilhados seja do primeiro trem no trajeto do MT ao porto de Santos

  • Enganoso
Enganoso
Ao contrário do que afirmam publicações nas redes sociais, o trem que aparece nas imagens não é o primeiro a trafegar pela ferrovia. O primeiro trecho da Ferronorte foi inaugurado em 1999 e o mais recente foi entregue em 2013. A operação dos vagões double stack, que transportam dois contêineres empilhados, começou em julho de 2019.
  • Conteúdo verificado: Vídeo compartilhado no WhatsApp, Tik Tok e no Facebook mostra um comboio transportando contêineres sobrepostos afirmando, na legenda, que esse seria o “primeiro trem saindo do estado do Mato Grosso para Santos” e que a imprensa não iria divulgar.

Um vídeo que mostra um comboio da Rumo Logística, com contêineres de sua subsidiária, a Brado, saindo de Alto Taquari (MT) supostamente rumo ao Porto de Santos (SP), foi tirado de contexto e entrega conteúdo enganoso. A legenda das publicações, que viralizou em mais de uma rede social, engana ao afirmar que trata-se do primeiro trem a percorrer o trajeto entre o Mato Grosso e o porto de Santos.

O vídeo foi originalmente publicado pelo entusiasta de trens e ferrovia Jeferson da Luz no dia 24 de novembro de 2020, em seu canal no Youtube, Ferrovia Sul. As imagens foram tiradas de contexto no dia 2 de fevereiro de 2021, por publicações na conta do Tik Tok.

O primeiro trecho da Ferronorte, entre Santa Fé do Sul, no estado de São Paulo, e Alto Taquari, foi inaugurado em 1999, ao passo que o trecho mais recente foi entregue em 2013. Assim, é errado afirmar que o trem mostrado no vídeo seria o primeiro.

Por sua vez, a operação dos vagões double stack, estes que aparecem no vídeo com contêineres empilhados, começou em 19 de julho de 2019. Portanto, elas já estavam em funcionamento havia quase um ano quando o vídeo foi gravado.

Como verificamos?

O Projeto Comprova utilizou a ferramenta InVID para identificar outras vezes em que este vídeo foi postado. A busca levou para uma publicação na conta oficial no Facebook do ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), sem a legenda enganosa.

A postagem do ministro dava crédito para o canal no YouTube chamado Ferrovia Sul, administrado por Jeferson da Luz. Conversamos com Jeferson por meio de mensagens no Instagram, e ele nos confirmou a autoria do vídeo, o local e a data em que foi gravado. Por outro lado, negou que tenha escrito a legenda compartilhada nas redes sociais de forma viral.

Também entramos em contato por e-mail com o Ministério da Infraestrutura do governo federal e a Secretaria de Infraestrutura do Mato Grosso (Sinfra), que também negaram a veracidade de que o trem gravado fosse o “primeiro saindo de Mato Grosso para Santos”.

Por fim, falamos pelo WhatsApp com a empresa Rumo, responsável pelo trem mostrado no vídeo.

Verificação

O autor do vídeo

O Projeto Comprova encontrou o autor do vídeo: Jeferson da Luz, que trabalha no setor ferroviário e é um entusiasta de trens e ferrovias. Ele posta suas fotos e vídeos em seu canal no Youtube, o Ferrovia Sul, e também em suas contas pessoais no Instagram (@polaticus) e no Facebook.

Jeferson conta que o vídeo e as fotos do comboio que viralizaram neste início de fevereiro foram registrados em Alto Taquari (MT) no dia 24 de novembro de 2020, em uma viagem que ele fez de Curitiba (PR) para Rondonópolis, para visitar seu tio. Ele diz que jamais imaginou que o vídeo viralizasse.

“Falar que é o primeiro trem do Mato Grosso para o Porto de Santos? Já está errado”, informa Jeferson da Luz.

Ele lembra que a Ferronorte existe desde a década de 1990. “E as operações double stack, até onde eu tenho conhecimento, é de meados de 2019”, complementa. As datas condizem com as informações fornecidas pelo Ministério da Infraestrutura (mais informações abaixo).

O trabalhador do setor ferroviário descreve como captou as imagens: “Eu estava apressando minha viagem porque queria registrar o trem double stack né? Moro em Curitiba, e aqui não temos esse tipo de trem, que é a grande atração da Malha Norte (trecho da antiga Ferronorte)”, relembra.

Hobby

Sobre as contas no Facebook, Instagram e YouTube, Jeferson afirma que trata-se de um hobby. “Registro imagens de trens e ferrovias desde 2004, e agora com a pandemia, resolvi juntar todo esse material e passar para frente”.

Voltando à cena em que filmou o trem double stack da Rumo Logística em Alto Taquari (MT), Jeferson disse que estava de férias na ocasião. “Como é um hobby meu, eu só juntei o útil com o agradável”, afirma. Ele enviou à reportagem uma foto de seu equipamento montado no exato momento em que registrava a passagem do trem.

A Ferronorte

Conforme a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Ferronorte atualmente tem 735 km de extensão entre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Por meio de e-mail, a Secretaria de Infraestrutura e Logística do Mato Grosso (Sinfra) informou que o terminal ferroviário de Alto Taquari foi inaugurado em 1999, o trecho de Alto Araguaia em 2002 e o trecho complementar entre Itiquira e Rondonópolis em 2013. “Desde então nenhum terminal ferroviário foi reformado ou construído em Mato Grosso”, diz a nota.

Conforme contou Jeferson, o vídeo mostra uma operação chamada “double stack”, na qual dois vagões são empilhados um em cima do outro. O Ministério da Infraestrutura informou ao Comprova que este tipo de operação foi iniciado em 2019, após reformas no traçado e adaptação da linha férrea. “O primeiro trem double stack a circular foi em junho de 2019, partindo de Sumaré (SP) até Rondonópolis (MT) e descendo novamente ao ponto de origem”, diz a nota.

Por meio de nota, a concessionária Rumo confirmou que a operação “double stack” teve início em 19 de junho de 2019. Explicou que a operação consiste em contêineres de dois níveis, “sendo dois de 40 pés ou um de 40 pés e dois de 20 pés”. A empresa não informou quantos vagões têm a composição.

Por que investigamos?

Em sua terceira fase, o Comprova checa conteúdos virais sobre a pandemia de covid-19 e sobre políticas públicas do governo federal. O vídeo tirado de contexto e com a legenda enganosa foi compartilhado em mais de uma rede social, com alto engajamento no TikTok (ao menos 20,1 mil interações). Ele também foi postado no Twitter pelo deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) e teve ao menos 5.495 impressões e 1.333 retuítes.

Investimento em infraestrutura e a inauguração de obras entraram para o foco do governo de Jair Bolsonaro.. O próprio vídeo de Jeferson da Luz foi compartilhado na página oficial do presidente, sem a legenda falsa.

Não é a primeira vez que a operação “double stack” é alvo de desinformação. O Comprova publicou checagem em outubro de 2019 na qual mostrava ser enganoso afirmar que o investimento no transporte de contêineres empilhados na Ferronorte teria relação com o governo Bolsonaro.

Este conteúdo também foi checado por Boatos.org.

Enganoso, para o Comprova, é conteúdo retirado do contexto original e usado em outro de modo que seu significado sofra alterações.